De acordo com a Base Nacional Comum Curricular – BNCC (BRASIL, 2017), documento referencial para elaboração de currículos escolares, o contato das crianças com as linguagens artísticas é um dos cinco campos de experiências a ser explorados na educação infantil, Um dos objetivos de aprendizagem e desenvolvimento desse campo de experiência é que as crianças pequenas (entre quatro anos e cinco anos e 11 meses) utilizem sons produzidos por materiais, objetos e instrumentos musicais durante brincadeiras de faz de conta, encenações, criações musicais, festas.

Com base nesse objetivo, a atividade sugerida é estruturada a partir de uma história sobre um museu de instrumentos musicais. Assim como outros museus, nesse espaço de exposição, os instrumentos não podem ser tocados, apenas observados de longe pelos visitantes. Para garantir que esses instrumentos não emitissem sons, o museu tem um vigia, que fica ali dia e noite, assegurando o silêncio do ambiente. Porém, em uma das noites sem visitantes, os instrumentos decidem voltar a tocar e, aos poucos, voltam a fazer música.

Contando a história: Um museu de instrumentos musicais, que eu não vou contar onde fica, possui diversos tipos de instrumentos: de sopros, cordas e percussão. O museu é lar desses instrumentos há muito tempo e, apesar disso, sempre foi um local muito silencioso. Nem parece que tem instrumento morando ali! O único barulho que se escuta é o som do sapato do vigia andando de cá pra lá e de lá pra cá. Porém, certo dia, um instrumento, sem querer, acaba tocando uma nota e acaba encorajando os outros a tentarem também. Muito assustado, o vigia foge dali, deixando o espaço livre para a realização de um longo show com apresentações de música solos e em conjunto.

Essa atividade pode ser desenvolvida de diferentes formas, possibilitando criações e recriações. As crianças podem representar, cada uma, um instrumento musical, sendo incumbidas de tocar e silenciar de acordo com o momento da história. Esse encaminhamento da atividade permite que o trabalho com música aborde questões relacionadas aos parâmetros sonoros de timbre e intensidade, bem como questões relacionadas ao trabalho coletivo.